pequisando
tolerância religiosa

Diversidade Religiosa e Tolerância

Conteúdo didático sobre diversidade religiosa produzido por alunas do pibid!

Autoras: Larissa Gonçalves, Fabiana Pereira e Kamila Muniz

tolerância religiosa

Você já ouviu, falar sobre a diversidade e sobre como esta está presente em nossa sociedade? Bom, sabemos, que existem diferentes tipos de pessoas, de pensamentos, de visões de mundo. Afinal, que graça teria o mundo se todo mundo fosse igual, não é mesmo? Assim, hoje, vamos aprender como a diversidade, não se aplica somente ao que citamos aqui, mas também as nossas crenças em forças sobrenaturais fora da compreensão humana, ou seja, das religiões. Espera!!! Antes de entender como dentro das nossas vidas existem tantas variedades de crença, temos que saber alguns conceitos importantes.

e la vamos nós

E quais os conceitos importantes para o entendimento sobre diversidade religiosa e tolerância?

Religião:

A palavra religião vem de religio, termo latino que originalmente se referia a qualquer conjunto de regras e interdições. Religião, pois, é uma categoria de análise histórica e social que pode ser definida como um conjunto de crenças, preceitos e valores que compõem artigo de fé de determinado grupo em um contexto histórico e cultural específico. A religião é sempre coletiva. Embora, cada uma, tenha suas
características existem pontos em comum referentes a todas elas, como divindades, símbolos, rituais, textos sagrados, espaço (lugar sagrado), doutrinas e autoridades religiosas. Esses pontos em comum são fáceis de perceber em todas as religiões, pois, são alvos de reverência e/ou respeito entre seus praticantes.

Diversidade:

“Diversidade significa variedade, pluralidade, diferença. É um substantivo feminino que caracteriza tudo que é diverso, que tem multiplicidade. Diversidade é a reunião de tudo aquilo que apresenta múltiplos aspectos e que se diferenciam entre si”. Tolerância e

Intolerância:

Tolerância é um termo, vindo do latim, tolerare, que significa “suportar” ou “tolerar”. A tolerância é o ato de agir com condescendência e aceitação perante algo que não se quer ou que não se pode impedir. A tolerância é uma atitude fundamental para quem vive em sociedade. Uma pessoa tolerante, normalmente, aceita opiniões ou comportamentos diferentes daqueles estabelecidos pelo seu meio social. Esta categoria de tolerância é denominada "tolerância social". Intolerância é o mesmo que ausência de tolerância, característica que corresponde a falta de compreensão ou aceitação em relação a algo.

Direitos Humanos:

São uma categoria de direitos básicos assegurados a todo e qualquer ser humano, não importando a classe social, raça, nacionalidade, religião, cultura, profissão, gênero, orientação sexual ou qualquer outra variante possível que possa diferenciar os seres humanos.

Laicidade:

A Laicidade é a forma institucional que toma nas sociedades democráticas a relação política entre o cidadão e o Estado, e entre os próprios cidadãos. No início, onde esse princípio foi aplicado, a Laicidade permitiu instaurar a separação da sociedade civil e das religiões, não exercendo o Estado qualquer poder religioso e as igrejas qualquer poder político. A Laicidade garante a todo o indivíduo o direito de adotar uma convicção, de mudar de convicção, e de não adotar nenhuma.

finalmente acabou

Ufa!!! Finalmente acabamos de ver os conceitos, agora vamos entender como a diversidade religiosa funciona, e como ele é importante para a abertura ao outro.

DIVERSIDADE RELIGIOSA E TOLERÂNCIA

Desde o início da história humana, os indivíduos procuraram repostas acerca da sua existência, com isso construindo e atribuindo significados as experiências. Assim, as ações humanas foram se direcionando para além das coisas conhecidas, e começaram ir atrás das respostas para os mistérios da vida, ou seja, do desconhecido. Isso é percebido, a partir do rompimento dos indivíduos com os limites
cotidianos, procurando a superação dessas condições, para a constituição de contatos transcendentais e com o divino. Dos rompimentos desses limites cotidianos, surgem as primeiras religiões, provenientes ao culto dos mortos e ancestrais. Com isso, do objetivo de estabelecer uma relação com um mundo fora das compressões físicas, emergiram uma riqueza das diferentes maneiras de expressão dos povos com o sagrado, resultantes nas mais variadas formas de crença em todas as partes do mundo.

Todavia, como existiram novas concepções e crenças, também surgiram divergências na convivência dessas diversas maneiras de expressão que são as religiões. Incontáveis conflitos de grupos crentes, na verdade, absoluta, de sua religião. A religião, com sua importância aos povos e culturas, tem poder de orientar a todos, entretanto, muitas vezes essa orientação pode ser direcionada a
pensamentos e atitudes carregados de preconceito e discriminação, contra outras doutrinas, gerando intolerância. Por isso, é de grande importância, a abertura para o conhecimento do outro e das diferenças, pois, as relações sociais não se configuram em semelhanças, mas em divergências. Dessa forma, temos o diálogo como um espaço de interação e educação que provoca e encaminha a libertação comunitária.

DIVERSIDADE RELIGIOSA NO BRASIL

Como todos já sabem o Brasil, assim como outros países, é rico em diversidades de todos os tipos. Não é por menos! Desde o início da nossa história nos deparamos com os variados costumes e crenças dos povos originários (os indígenas) que viviam por aqui. Depois, com o contato dos povos europeus, como portugueses e os espanhóis no processo de colonização e imigração, provenientes de processos de imposição e intercâmbio cultural desses com outras culturas. Intensificou-se, ainda mais, a variedade étnica e religiosa do nosso espaço. Além disso, tivemos também a presença da cultura africana, das populações orientais e das do continente asiático, consequentemente, fazendo com que todo esse processo, de diversidade, no território brasileiro se aprofundasse.

Dessa forma, essas imensas variações de crenças e de sua relação com o sagrado, estruturaram a enorme composição religiosa do cenário brasileiro. Abrangendo, uma linha de conhecimentos únicos, originados das tradições de matrizes africanas, indígenas, europeias, orientais e semitas. Embora, tenhamos essa grande riqueza religiosa, existiu por muito tempo aqui relações de poder, onde
os praticantes de uma religião e até mesmo as instituições governamentais, anulavam as outras crenças, e consideravam somente a sua. Isso é tão real, que durante boa parte do século XIX, com a Constituição de 1824, uma das vertentes cristãs, conhecida como Catolicismo, era a religião oficial do nosso país. Acredita? Pois, é!!! E, só foi mudar isso com a instauração da República, no final do século XIX, quando
outra Constituição foi proposta e entre uma de suas pautas, estava a de que o Brasil se tornaria um Estado Laico.

Com isso, posteriormente, a essa asseguração pela Constituição, a liberdade de culto fica estabelecida a qualquer pessoa, sendo protegida pela lei se sofrer discriminação por esse e qualquer outro motivo. Assim, a pessoa tem o direito de querer ou não acreditar em uma religião, preservando seus traços culturais e suas características. Mesmo, com todas essas leis, a diversidade religiosa ainda é um assunto bastante delicado no nosso país. Dessa forma, devemos constituir uma base de estudos e procurar criar diálogos, principalmente, nos meios educacionais, como a escola, para que todas as diferenças possam ser entendidas e respeitadas.

Portanto, a diversidade religiosa deve ser reconhecida, não como uma expressão da limitação humana, mas com traços de riqueza e valor.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Agora que aprendemos um pouco o que a diversidade religiosa, vamos fazer umas
questões.


ATIVIDADES DE REFLEXÃO

1) Quais religiões você conhece?

2) Em sua opinião, você concorda que com todas as leis, a liberdade de crença das pessoas estejam mesmo asseguradas?

3) Você já presenciou acontecimentos de intolerância religiosa no seu cotidiano?

 

Referências:

SITES:

https://www.significados.com.br/intolerancia/
https://www.significados.com.br/diversidade/
https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/direitos-humanos.htm
http://www.laicidade.org/documentacao/textos-criticos-tematicos-e-de-reflexao/aspl/
https://www.significados.com.br/tolerancia/

ARTIGOS:

Diversidade religiosa e direitos humanos de Rosa Maria Godoy Silveira, Lilian Blanck de Oliveira, Simone Riske-Koch e Elcio Cecchetti.
Disponível em: https://www.mpgo.mp.br/portalweb/hp/41/docs/diversidade_religiosa.pdf

SILVA, Kalina Vanderlei. Dicionário de conceitos históricos / Kalina Vanderlei Silva, Maciel Henrique Silva. – 2.ed., 2ª reimpressão. – São Paulo : Contexto, 2009. ( p.354)

Playlist para conhecer um pouco mais sobre as religiões brasileiras:

https://youtube.com/playlist?list=PL0Qz-covvhxT1axC8kUodNn3Ja7tye4Gs

 

 

Categorias: NOTÍCIAS